Última hora

Última hora

Irlanda vai reflectir sobre chumbo do Tratado e depois dará explicações a Bruxelas

Em leitura:

Irlanda vai reflectir sobre chumbo do Tratado e depois dará explicações a Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia vai dar tempo às autoridades irlandesas para reflectirem sobre o Não ao Tratado de Lisboa. Isso mesmo ficou decidido no encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros que decorre no Luxemburgo. Os chefes da diplomacia acreditam que o Tratado não está morto, no entanto admitem a inexistência de soluções para o revitalizar.

O ministro esloveno Dimitri Rupel assegura que o resultado do referendo não interfere com os planos de alargamento da União.

Tanto o chefe da diplomacia portuguesa Luis Amado como o homólogo alemão, Frank-Walter Steinmeier consideram ser possível voltar a fazer uma nova consulta popular na Irlanda.

O Comissário Olli Rehn explica que não é altura de decisões, é preciso reflectir sobre como prosseguir com a reforma institucional.

Há ainda oito países onde o Tratado de Lisboa não foi ratificado. Segundo o presidente francês Nicolas Sarkozy, o processo de ratificação deverá continuar.
França vai assumir a presidência da União daqui a menos de duas semanas.

O Não no referendo é visto por muitos analistas como um protesto contra o chefe de Governo irlandês, que terá agora algum tempo para reflectir sobre o que se passou e dar depois explicações em Bruxelas.