Última hora

Última hora

Filósofo e semiólogo Tzvetan Todorov vence o Prémio Príncipe das Astúrias das Ciências Sociais 2008

Em leitura:

Filósofo e semiólogo Tzvetan Todorov vence o Prémio Príncipe das Astúrias das Ciências Sociais 2008

Tamanho do texto Aa Aa

O filósofo e semiólogo francês, de origem búlgara, Tzvetan Todorov foi distinguido com o Prémio Príncipe das Astúrias das Ciências Sociais 2008. O anuncio foi feito pelo presidente do júri Manuel Fraga que destacou a personalidade do Todorov como “representante do espírito de unanimidade da Europa, de leste e a ocidental”.

Nascido em Sófia, na Bulgária, em 1939, filho de um casal de Bibliotecários, Todorov cedo demonstrou o seu interesse na Filologia. Em 1963 instalou-se me Paris e adoptou a nacionalidade francesa. Aí continuou a formação com o amigo Roland Barthes e com Gerard Genet.

Actualmente é Director do Centro de Investigações das Artes e Linguagem, em Paris.

Critico literário, filósofo, historiador, semiólogo e autor de 21 livros, (traduzidos em 25 idiomas), Todorov aborda nas suas obras as temáticas da conquista das Américas e os campos de concentração nazis e comunistas.

Os seus trabalhos já lhe valeram várias distinções internacionais à que se junta agora um novo prémio.