Última hora

Última hora

A Camorra napolitana condenada

Em leitura:

A Camorra napolitana condenada

Tamanho do texto Aa Aa

Sob forte medidas de segurança o Tribunal de Apelação de Nápoles confirmou a sentença de 16 penas de prisão perpétua para membros da família Casalesi, um nome muito associado à Camorra. Foi assim seguida recomendação do Ministério Público que reclamava a confirmação destas penas por uma série de homicídios, atribuídos nomeadamente ao presumível chefe do clã Francesco Schiavone, 55 anos e detido desde 1998 numa prisão de alta segurança.

Ao seu lado outros três líderes da camorra napolitana : Francesco Bidognetti, Antonio Iovine, Michele Zagaria estes dois últimos ainda se encontram a monte. Os outros acusados acompanharam a sessão nas respectivas celas, através de um sistema de vídeo-conferência. Na leitura do veredicto esteve também presente o jornalista e escritor Robert Saviano, autor do livro “Gomorra”, obra que revelou os métodos e o quotidiano da família Casalesi e que valeu ao autor várias ameaças de morte e, desde 2006, protecção policial.

O clã Casalesi estendeu as suas empresas a uma parte da região sul de Itália ao preço de 1000 mortos em 30 anos.