Última hora

Última hora

Câmara dos Lordes aprova Tratado de Lisboa

Em leitura:

Câmara dos Lordes aprova Tratado de Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do Não irlandês, surge quase de imediato o Sim britânico ao Tratado de Lisboa. A diferença é que na Irlanda o chumbo foi dado em referendo e no Reino Unido o documento foi aprovado pela Câmara dos Lordes. O texto passou com 277 a favor e 184 contra. Mas nem todos desistiram de se opor ao documento. O deputado conservador Bill Cash interpôs um recurso no Supremo Tribunal de Londres para tentar anular a votação, com o argumento de que o texto não pode ser ratificado pois está morto e enterrado e por isso não tem qualquer efeito legal.

O documento estará oficialmente ratificado depois da assinatura da Rainha Isabel II esta Quinta-feira.

Vários dirigentes políticos estão empenhados em prosseguir com o processo de ratificação, apesar do Não irlandês. Dezoito Estados-membros já aprovaram o documento.

O Sim britânico na véspera da Cimeira Europeia acaba por ser um impulso para tentar resolver a crise que se instalou na União. Um impulso quase tirado a ferros, uma vez que se houvesse referendo como queriam os conservadores britânicos, o mais provável era que o resultado fosse um chumbo do Tratado.

Os britânicos são tradicionalmente eurocépticos e o chefe de governo Gordon Brown atravessa uma forte crise de popularidade.