Última hora

Última hora

Centenas de tibetanos detidos no Nepal

Em leitura:

Centenas de tibetanos detidos no Nepal

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos quatrocentos exilados tibetanos foram detidos quando protestavam frente à embaixada chinesa em Katmandu. Uma manifestação contra a passagem da chama olímpica pela capital tibetana, Lhasa, o que aconteceu este sábado. O Nepal considera o Tibete parte da China, que é um doador importante de ajuda ao país e um parceiro comercial.

A tensão que se viveu na capital nepalesa, onde vivem no exílio 20 mil tibetanos, contrastou com a serenidade que rodeou o desfile da tocha dos Jogos Olímpicos de Pequim pelas ruas da capital da Região Autónoma do Tibete.

Em Março, a cidade tibetana e as regiões vizinhas foram palco de manifestações contra o domínio chinês. Não há certezas quanto ao número de mortos que a repressão dos motins causou. As autoridades chinesas falam em 21, o Governo tibetano no exílio em 203.

Na sexta-feira, a China anunciou ter libertado mais de 1000 pessoas acusadas de estarem envolvidas nos confrontos de Março.