Última hora

Última hora

Trégua Israel/Palestina: Hamas não vai interromper tráfico de armas na Faixa de Gaza

Em leitura:

Trégua Israel/Palestina: Hamas não vai interromper tráfico de armas na Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Uma sexta-feira calma para centenas de palestinianos na Faixa de Gaza, um dia depois da trégua entre Israel e o Hamas. Um cessar-fogo que acontece após de um ano de confrontos, que resultaram na morte de sete israelitas e mais de 400 palestinianos.

Um habitante de Gaza afirma que foi à praia porque está a começar a “sentir a calma que há muito esperava”.

Uma trégua frágil, que pode ser quebrada a qualquer momento. O fim do tráfico de armas é uma das principais demandas de Israel no acordo mediado pelo Egito.

O líder do grupo islâmico, anunciou que o Hamas “não irá interromper o tráfico de armas para dentro do território”, já que isso ultrapassa a capacidade do seu governo e é uma questão com a qual não se comprometem.

Esta sexta-feira três civis israelitas ficaram feridos a nordeste de Ramallah, no território ocupado da Cisjordânia.

As três vítimas foram atingidas por tiros disparados de um carro em andamento.

O ataque foi reivindicado pla Brigada dos Mártires de Al-Aqsa, que declarou em comunicado não ter intenção de respeitar a trégua.

O grupo está ligado ao movimento Fatah do presidente Mahmoud Abbas.