Última hora

Última hora

Centenas de desaparecidos nas Filipinas

Em leitura:

Centenas de desaparecidos nas Filipinas

Tamanho do texto Aa Aa

Um ferry filipino com mais de 700 pessoas a bordo não resistiu às fortes ondas provocadas pelo tufão Fengshen.
A embarcação afundou-se ontem, mas só hoje as condições meteorológicas permitiram o início das operações de socorro. Receia-se que a maioria dos passageiros e tripulantes esteja morta, numa altura em que apenas foram encontrados três sobreviventes.
A guarda costeira atingiu finalmente a área onde o Princess of Stars se afundou, a três quilómetros da ilha de Sibuyan, no centro do arquipélago.
Este acidente pode aumentar, de forma considerável, o número de vítimas do furacão, cujas rajadas atingiram os 195 quilómetros por hora. Pelo menos 85 pessoas morreram no centro e sul das Filipinas. Há também dezenas de desaparecidos. Só na província de Iloilo, que ficou em parte submersa, registaram-se 59 mortos.
Pelo menos trinta mil pessoas ficaram sem casa e estão agora a ser transportadas para centros de acolhimento.
Inúmeras partes da capital, Manila, ficaram sem energia. O aeroporto internacional viu-se obrigado a recorrer a geradores.