Última hora

Última hora

Vinte oito passageiros e membros da tripulação que se encontravam a bordo do ferry, que naufragou sábado no centro das Filipinas, foram encontrados vivos

Em leitura:

Vinte oito passageiros e membros da tripulação que se encontravam a bordo do ferry, que naufragou sábado no centro das Filipinas, foram encontrados vivos

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo de sobreviventes chegou a terra, a bordo de um bote de salvamento, num local perto da cidade de Mulanay, na península de Bondoc, 24 horas após o naufrágio do Princess of the Stars, ao largo da ilha de Sibuyan. Mais de 700 pessoas estão ainda dadas como desaparecidas.

Cerca de duas dezenas de familiares dos passageiros esperam notícias, à porta da sede da empresa proprietária do ferry, a Sulpicio Lines. Muitos questionam como é possível terem deixado a embarcação zarpar, sabendo da existência do tufão Fengshen.

O porta-voz da empresa dá esperança às famílias desesperadas: “Segundo a guarda costeira das filipinas, foram avistados sobreviventes na ilha de Crista de Gallo. A guarda já está a caminho para os ir buscar. Também há quatro sobreviventes cujos nomes já nos foram fornecidos.”

Mais de 200 pessoas foram mortas devido à passagem do tufão Fengshen pelo centro das Filipinas. Um balanço que pode aumentar, quando se tornarem oficiais os números das vítimas do naufrágio do ferry.

As fortes chuvas e as rajadas de vento de 190 quilómetros por hora deixaram ainda milhares de pessoas desalojadas.