Última hora

Última hora

Estudo belga prova ligação entre telemóveis e envelhecimento prematuro

Em leitura:

Estudo belga prova ligação entre telemóveis e envelhecimento prematuro

Tamanho do texto Aa Aa

Um telemóvel normal. Um simples gesto diário como falar ao telefone. E…tem-se uma combinação potencialmente fatal.

Um investigador belga estabeleceu uma possível ligação entre longas exposições à radiação dos telemóveis e o aumento da taxa de mortalidade e degradação da memória dos ratos.

Uma tese de doutoramento na Universidade Católica de Louvain-La-Nerve, na Bélgica, que envolveu testes em 124 ratos de laboratório.

André Vorst da equipa de investigação explica que
“esta tese lança uma nova questão sobre o efeito que têm as pequenas radiações sobre as pessoas a longo prazo. Pode causar morte prematura no Homem. Essa é a nova questão”, concluiu.

Os resultados desta tese, publicados no diário belga Le Soir parecem não ter provocado qualquer impacto sobre a população.

As estatísticas relativas ao número de telemóveis são impressionantes. Em 2005, nos 30 países da OCDE contabilizaram-se cerca de 933 milhões de telemóveis.

Portugal surge em 3º lugar no ranking suplantado apenas por Luxemburgo e Itália.