Última hora

Última hora

Margaret Atwood: Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2008

Em leitura:

Margaret Atwood: Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2008

Tamanho do texto Aa Aa

A escritora Margaret Atwood foi distinguida com o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2008. A canadiana sucede a Amos Oz, vencedor no ano passado.

O anúncio foi feito esta manhã, na cidade de Oviedo em Espanha, pelo presidente do júri do galardão, Victor García de la Concha.

Margaret Atwood é um dos expoentes máximos da literatura canadiana, distinguiu-se como romancista, poeta, crítica literária, mas também como activista política.

Atwood nasceu em Otava, no Ontário, há 69 anos. A leitura foi uma paixão de criança que prosseguiu com distinção na formação em Artes.

O reconhecimento internacional da sua obra surgiu em 1969 com a publicação de “A Mulher Comestível”.

Em 2000, foi distinguida com o principal galardão da literatura inglesa, o ‘Booker Prize’, pelo romance “The Blind Assassin”.

Muitas das suas obras debruçam-se sobre a mulher, os seus conflitos, a opressão, a sexualidade. As referências mitológicas, culturais e literárias são profícuas nos seus trabalhos de poesia.

Vários dos seus romances foram já adaptados ao cinema e ao teatro.

“The Tent” e “The Door” são os últimos títulos publicados de Margaret Atwood, a vencedora do Prémio Príncipe das Astúrias das letras 2008.