Última hora

Última hora

Trabalhadores inquietos com futuros dos estaleiros navais de Gdansk

Em leitura:

Trabalhadores inquietos com futuros dos estaleiros navais de Gdansk

Tamanho do texto Aa Aa

Protestam contra o encerramento dos estaleiros navais de Gdansk. São cerca de uma centena. Vieram da Polónia até Bruxelas e receiam a perda dos postos de trabalho.

Esta quinta-feira, Varsóvia deverá apresentar, à Comissão Europeia, os planos formais de restruturação dos estaleiros de Gdansk, Gdynia e Szczecin. Desde 2005, que a Comissão pede ao governo polaco estes planos.

A comissária para a Concorrência recebeu os representantes dos sindicatos mas manteve-se intransigente: é preciso restruturar os estaleiros para garantir a sua viabilidade económica futura. Caso contrário, Neelie Kroes ameaça exigir que os estaleiros reembolsem as ajudas recebidas do Estado polaco. A Comissária tem “sérias dúvidas” sobre a forma como as ajudas públicas têm sido investidas.

Os estaleiros navais são um símbolo, para os polacos. Sobretudo o de Gdansk, berço do Solidariedade, de Lech Walesa.