Última hora

Última hora

Britânico de 29 anos incorre em pena perpétua por assassínio da mulher e da filha menor

Em leitura:

Britânico de 29 anos incorre em pena perpétua por assassínio da mulher e da filha menor

Tamanho do texto Aa Aa

Neil Entwistle poderá passar o resto da vida na prisão. Foi considerado culpado pelo tribunal de Massachussets, nos Estados Unidos, pela morte e da mulher de uma filha menor. Entwistle tem 29 anos, é empresário, negou à justiça a autoria dos crimes e deu à polícia outra versão do que se teria passado.

Em Tribunal não proferiu uma única palavra. No entanto, a mãe do condenado viu-se na obrigação de falar aos jornalistas.

Yvone Entwistle acredita que o filho está inocente e garante que as provas apontam para o suicidio de Rachel, depois ela própria ter morto a filha.

Uma versão difícil de comprovar devido às amostra de ADN que relacionam a arma do crime com o empresário de 29 anos. É uma história macabra que encheu as primeiras páginas dos jornais britânicos.

Segundo o que ficou provado no tribunal de Massassuchets, Neil Entwistle está falido e cheio de dívidas, planeou matar a mulher e a filha na casa dos Estados Unidos e depois suicidar-se. O plano terá corrido como o previsto até metade, mas depois de cometer os crimes ter-se-á arrependido e no dia seguinte apanhou o avião rumo a Inglaterra onde se refugiou em casa dos pais.

A acusação garantiu que Neil tinha problemas sexuais, algo comprovado por especialistas em internet que consultaram o computador pessoal.

Os cadáveres foram descobertos dois dias depois do crime.