Última hora

Última hora

AIE fala em novo choque petrolífero

Em leitura:

AIE fala em novo choque petrolífero

Tamanho do texto Aa Aa

A oferta de petróleo vai continuar apertada, ao longo dos próximos cinco anos. É o que diz a Agência Internacional da Energia (AIE), no relatório publicado esta terça-feira.

A AIE, cujas previsões são sempre seguidas com atenção pelo mercado petrolífero, foi a convidada de honra deste segundo dia do congresso das gasolineiras, em Madrid.

Segundo as novas previsões, a oferta vai subir, nos próximos cinco anos, em cerca de cinco milhões de barris diários, para os 96,2 milhões. Já a procura deve aumentar dos cerca de 87 milhões de barris por dia para os 94. Isso significa que o aumento de petróleo no mercado não deve compensar a maior procura.

“Com os preços a 140 dólares por barril, estamos claramente a viver um terceiro choque petrolífero, ou seja, uma altura em que o preço do petróleo começa a atingir o crescimento ecónomico global”, diz o director-geral da AIE. Os dois choques petrolíferos anteriores aconteceram em 1973 e 1979.

Esta terça-feira, os preços do barril voltaram a subir, e mantêm-se acima dos 142 dólares, tanto em Londres como em Nova Iorque. O preço dos combustíveis tem acompanhado estes ganhos e têm sido um pesado fardo para os consumidores, agora que chegou a época de férias. Nos últimos três anos, as cotações do barril triplicaram.