Última hora

Última hora

Tusk tenta convencer Kaczinski a ratificar tratado de Lisboa

Em leitura:

Tusk tenta convencer Kaczinski a ratificar tratado de Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

Varsóvia volta a ser o centro das atenções face à nova recusa do presidente polaco, Lech Kaczinski em ratificar o tratado de Lisboa.

Mas o primeiro-ministro polaco, o pró-europeu, Donald Tusk, tenta mudar a posição do chefe de Estado.

“Acho que esta posição do presidente vai ser reconsiderada. Não tenho duvidas que a ratificação do tratado serve os melhores interesses da Polónia. Acho que o Presidente, co-autor do tratado, partilha da opinião de que a entrada em vigor do tratado é o do interesse da União e da Polónia”, declarou Tusk, em conferência de imprensa.

Esta é a segunda vez que Lech Kaczinski se opõe. Na primeira ocasião, considerando o tratado de Nice mais vantajoso para o pais, foram necessárias difíceis negociações para se obter o sim polaco. Kaczinski argumenta que sem a Irlanda o documento não faz sentido.

O parlamento já aprovou as novas regras de funcionamento institucional de uma Europa alargada mas para serem validas é necessária a assinatura do chefe de Estado.