Última hora

Última hora

Manifestações em Londres e Vilnius

Em leitura:

Manifestações em Londres e Vilnius

Tamanho do texto Aa Aa

A ponte de Westminster foi pequena para acolher os camionistas que, esta quarta-feira, se concentraram na capital britânica.

É mais uma onda de protestos contra a subida do preço dos combustíveis e contra a introdução de uma nova taxa sobre o gasóleo, em Outubro, anunciada pelo governo de Gordon Brown.

O pára-arranca provocou filas de vários quilómetros, sobretudo, nos principais acessos a Londres.

Um camionista diz não ser possível suportar a subida dos preços do combustivel e que é necessário fazer alguma coisa. As subidas, adianta, são constantes e pede ao governo para intervir na redução dos preços ou para compensar de alguma forma os camionistas. Outro manifestante refere que os preços são excessivos e que, dessa forma, não é possível ser competitivo, acrescentando, que estão a ser excluídos do mercado.

A capital da Lituânia foi, também, palco de protestos. Em Vilnius, centena e meia de camionistas alertaram para as dificuldades do sector numa altura em que os combustíveis representam cerca de 50% dos custos das transportadoras.

Os manifestantes pedem apoio ao governo para contornar a crise e prometem endurecer a luta caso não obtenham resposta.