Última hora

Última hora

Rússia prepara combate à corrupção

Em leitura:

Rússia prepara combate à corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 120 biliões de dólares. É o valor dos subornos que se estima que entre, anualmente, nos bolsos dos funcionários públicos russos.

Números que o novo chefe de Estado está disposto a contrariar. Dmitri Medvedev apresentou, hoje, um pacote de medidas para travar a corrupção, que deverá entrar em vigor dentro de meio ano.

De acordo com o presidente russo a corrupção tornou-se “um modo de vida para muitos cidadãos,” um problema ao qual, adianta, é necessário pôr fim.

O plano anti-corrupção assenta em três pilares: criar incentivos para que os trabalhadores recusem o suborno; assegurar que os prevaricadores são punidos e mudar a mentalidade nacional.

Uma sondagem divulgada esta terça-feira, revela que a classe média russa não confia na justiça russa, se resigna à corrupção, mas acredita que o país estará dentro em breve entre as maiores potencias mundiais.