Última hora

Última hora

AKP ouvido no Tribunal Constitucional

Em leitura:

AKP ouvido no Tribunal Constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da acusação, foi agora a vez do Partido da Justiça e Desenvolvimento ser ouvido no tribunal Constitucional Turco.

O AKP é acusado de querer criar um Estado islâmico. Em curso está uma proposta de interdição do partido e de 71 membros entre eles o primeiro-ministro, Recep Tayip Erdogan, e o chefe de Estado, Abdullah Gul.

A decisão de analisar as actividades do AKP foi tomada por unanimidade pelos juízes conselheiros do Tribunal Constitucional na sequência de uma petição apresentada, em Março, pelo procurador-geral.

Ao anular a emenda da lei sobre o uso do véu a justiça inflingiu um sério revés à formação islamista. A decisão criou algum mal estar junto dos elementos do AKP que admitem avançar com uma nova formação caso o partido seja dissolvido.

A coligação formada há seis anos foi a grande vencedora das legislativas de 2007 com cerca de 47% dos votos. Números que não serviram para acabar com a tensão no país.