Última hora

Última hora

Opção militar para resolver crise nuclear está em cima da mesa

Em leitura:

Opção militar para resolver crise nuclear está em cima da mesa

Tamanho do texto Aa Aa

A opção militar está em cima da mesa, quer para a Coreia do Norte, quer para o Irão. Mas o presidente norte-americano garante privilegiar a diplomacia para resolver as crises nucleares, que envolvem estes dois países. A referência a Pyongyang surge numa altura em que os esforços diplomáticos para convencer os norte-coreanos a abandonarem as armas nucleares conheceram grandes progressos.

“Sempre disse que todas as opções estão em cima da mesa, mas a primeira opção para os Estados Unidos é resolver este problema diplomaticamente. Também deixei claro que não se pode resolver diplomaticamente um problema, a não ser que haja outras pessoas à mesa connosco e é por isso que nós temos vindo a privilegiar a diplomacia multilateral”, disse Bush.

A diplomacia é também a opção preferida do ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Manouchehr Mottaki. “Se a natureza da ofensiva assumir a forma militar, então os militares vão falar na sua linguagem. Preferimos que o ambiente se mantenha político e diplomático, de forma a encontrarmos soluções diplomáticas”, sublinhou.
Mottaki disse ainda, na quarta-feira, que o Governo iraniano prepara-se para analisar a oferta de cooperação dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e da Alemanha, em troca da suspensão do programa de enriquecimento de urânio.