Última hora

Última hora

Tirar à PAC para dar aos pobres

Em leitura:

Tirar à PAC para dar aos pobres

Tamanho do texto Aa Aa

Usar o dinheiro da Política Agrícola Comum (PAC) para ajudar os países pobres a produzir mais é a nova proposta da Comissão Europeia. A ideia, que já tinha sido aflorada em Maio, vai ser oficialmente apresentada na próxima terça-feira, anunciou, em Bruxelas, a comissária da tutela, durante a conferência, organizada pela presidência francesa, intitulada “Quem vai alimentar o mundo?”

“A nível externo”, diz Mariann Fischer-Boel, “eu e o comissário para a Ajuda Humanitária e o Desenvolvimento, Louis Michel, vamos apresentar uma proposta de ajuda, que vá além do curto prazo. Uma ajuda ao desenvolvimento dos países que mais sofrem, que estão dependentes das importações de alimentos. Queremos dar-lhes a possibilidade de comprarem sementes e fertilizantes.”

A ideia é financiar esta ajuda com as verbas excedentárias da PAC, estimadas em cerca de mil milhões de euros, para este ano. Este excedente é, normalmente, revertido aos países contribuintes líquidos – pelo que a ideia corre o risco de não ser bem aceite pelos Vinte e Sete. Bruxelas põe, assim, os Estados membros à prova, face às suas promessas de ajuda ao desenvolvimento.