Última hora

Última hora

Do céu para os carris

Em leitura:

Do céu para os carris

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do ar, os caminhos de ferro. A Air France KLM está a ponderar operar comboios de alta velocidade, em percursos que vão substituir linhas menos rentáveis ou complementar outras ligações.

A primeira rota dos TGV da Air France deve ligar o aeroporto de Paris Charles de Gaulle a Bruxelas, uma linha que a companhia aérea abandonou em 2001. O serviço vai ser feito graças a um acordo com a Veolia, principal operadora privada de caminhos de ferro na Europa.

A Air France vai assim entrar em concorrência com a companhia francesa de caminhos de ferro, SNCF, e vai utilizar as linhas de alta velocidade que existem agora, que ligam Paris a Londres, Lyon, Estrasburgo, Marselha ou Bruxelas. Em projecto estão ligações a Alemanha e Itália.

A confirmar-se, o serviço só vai ser lançado em 2010, ano em que entra em vigor a liberalização dos caminhos de ferro na Europa.

A Air France-KLM abandonou recentemente o projecto de comprar a companhia italiana Alitalia, depois de obstáculos levantados pelos sindicatos. Quer agora, por isso, virar-se para outros sectores.

Tal como as outras companhias aéreas do mundo inteiro, o grupo franco-holandês está também a ser afectado pelas fortes subidas no preço dos combustíveis.