Última hora

Última hora

Hugo Chavéz propõe retoma de negociações com as FARC

Em leitura:

Hugo Chavéz propõe retoma de negociações com as FARC

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente venezuelano tenta recuperar o protagonismo nas negociaçoes de paz com a guerrilha das FARC. Depois de ter felicitado o seu homólogo colombiano pela libertação de Ingrid Betancourt, Hugo Chavez, propôs a criação de um grupo de países sul-americanos para acompanhar o processo de paz.

“O tempo das armas pertence ao passado. Lanço um novo apelo à guerrilha para que reflicta. Liguei ontem ao presidente Uribe para felicitá-lo pela operação e voltei a lembrá-lo de que estamos disponíveis para colaborar até à libertação do último refém”, afirmou.

A popularidade do presidente venezuelano junto da guerrilha das FARC, tinha permitido a libertação no início do ano, da assistente de Ingrid Betancourt, Clara Rojas, assim como da senadora Consuelo Gonzalvez.

Mas a apreensão do computador do número dois da guerrilha, Raul Reyes, após a sua morte em Março, tinha lançado suspeitas sobre o apoio de Caracas à guerrilha e sobre as contrapartidas negociais propostas por Chavez.

O capítulo inflama há semanas as relações entre a Venezuela e a Colômbia, na disputa pelo protagonismo regional na América do Sul.

Ontem Ingrid Betancourt tinha apelado aos dois presidentes para que trabalhem em conjunto para libertar as mais de 3 mil pessoas que se mantém ainda sequestrados na selva amazónica.