Última hora

Em leitura:

Cimeira do G8 termina sem novidades


mundo

Cimeira do G8 termina sem novidades

Apesar do optimismo dos Lideres do G8 a reunião de Toyako, no Japão, terminou sem grandes a aprovação de medidas de fundo.

Os oito países mais desenvolvidos do mundo não convenceram as economias emergentes de que farão o suficiente para resolver os problemas que afectuam a população a nível mundial.

Este cepticismo não impediu George Bush de terminar a jornada com a noção de dever cumprido:
“O objectivo era conseguir progressos em 5 áreas: alterações climáticas, compromisso para o sucesso do acordo de Doha, combater as doenças em África, assegurar que as nações do G8 assumem os seus compromissos e procurar soluções para a subida nos preços da energia e alimentos. Tenho prazer em anunciar que conseguimos progressos significativos”.
As resoluções dos lideres do G8 não chegaram para calar as vozes da Greenpeace que se manifestou frente ao local da reunião por considerar insuficientes as decisões tomadas.

Por seu lado, Alden Meyer, director de uma organização científica, elogiou a a posição assumida pelo grupo dos 5: “Acho que uma das boas notícias no final desta cimeira é que Brasil, China, Índia, México e África do Sul, desenvolveram uma posição unificadora, parcialmente em resposta à fraqueza da declaração do G8”.

Apesar das vozes discordantes a cimeira do G8 terminou sem incidentes. O comunicado final reiterou o empenho do G8 em tentar encontrar soluções para as crises do petróleo e da alimentação, para a escalada de preços e para a subida da inflação.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Hostages