Última hora

Última hora

Detidos dois homens ligados ao ataque contra consulado norte-americano em Istambul

Em leitura:

Detidos dois homens ligados ao ataque contra consulado norte-americano em Istambul

Tamanho do texto Aa Aa

Dois homens foram detidos poucas horas depois do tiroteio no consulado norte-americano na Turquia, que causou a morte a seis pessoas.

Alguns meios de comunicação turcos avançam que os homens que atacaram a representação diplomática são suspeitos de serem membros da Al-Qaida. Um dos detidos será irmão de um dos ofensores mortos.

Esta quarta-feira, quatro homens num automóvel abriram fogo contra o consulado dos Estados Unidos em Istambul, muito protegido, situado no bairro de Istinye, na zona europeia da cidade.

Três polícias e três atacantes perderam a vida. Os ofensores mortos tinham entre 25 e 30 anos e eram de nacionalidade turca.

Uma testemunha no local adiantou que um dos atacantes tirou a própria vida, depois de um polícia o ter atingido num braço.

O chefe de Estado turco condenou o “acto terrorista” e prometeu que as autoridades do país vão lutar “até ao fim contra os instigadores”. A União Europeia também condenou com firmeza o ataque.

Duas outras pessoas ficaram feridas no tiroteio e foram transportadas para o hospital.

O ataque coincide com a tensão política que se vive na Turquia. O AKP, partido no poder, enfrenta na Justiça acusações de alegadas actividades islamistas contra os princípios laicos da Constituição.