Última hora

Última hora

Encontro do G8 sobre o clima alargado às grandes economias

Em leitura:

Encontro do G8 sobre o clima alargado às grandes economias

Tamanho do texto Aa Aa

O combate contra as emissões poluentes junta à mesa os líderes dos países mais ricos com as principais potências emergentes no último dia da Cimeira do G8.

O objectivo é procurar um consenso para a declaração final do encontro de três dias no Japão, embora as perspectivas sejam de uma solução mitigada.

O G8 dos mais industrializados comprometeu-se ontem com uma redução de 50 por cento nos gases de efeito estufa até 2050. O G5 dos emergentes – China, Índia, Brasil, África do Sul e México – quer uma meta intermédia, com um corte de 25 a 40 por cento até 2020, e propõe uma ambiciosa redução nas emissões de CO2 de 80 a 95 por cento até 2050.

A Reunião das Grandes Economias é completada com a Austrália, a Indonésia e a Coreia do Sul. Os 16 países presentes somam mais de 80 por cento das emissões poluentes mundiais. Mas poucos esperam números ou datas concretas no compromisso contra o aquecimento global.