Última hora

Última hora

Misseis incendeiam relações russo-americanas

Em leitura:

Misseis incendeiam relações russo-americanas

Tamanho do texto Aa Aa

Cresce a tensão entre Mosvoco e Washington, depois de assinatuira de um acordo, para a instalação de um sistema de detecção e intercepção de misseis, na República Checa.

O sistema, segundo relatórios militares russos, não é exclusivamente defensivo, razão pela qual é contestado por Moscovo.

Numa nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros emitida na noite de terça-feira, a Rússia adverte que reagirá “com tecnologia militar”, se a estação for montada, em local “próximo das suas fronteiras”.

Nos termos do acordo assinado esta terça.feira, a estação de detecção será instalada a sudoeste de Praga.

Além do radar, o sistema engloba ainda uma rampa de lançamento, com capacidade para 10 misseis de intercepção.

A secretária de Estado norte-americana, que rubricou o acordo com o seu homologo checo, diz que o sistema é fundamental para a defesa do seu pais e dos aliados da Nato, contra um possível ataque nuclear.

Os Estados Unidos mantem negociações com a Polónia, com idêntico fim, mas Varsóvia, aparentemente, quer mais contrapartidas que as exigidas por Praga.

O assunto pode ainda estar longe de um desfecho.

Falta a ratificação parlamentar checa, que parece difícil, porque a maioria dos deputados está contra.

Uma sondagem garante que a maioria dos cidadãos checos também está contra a instalação do sistema, em territorio nacional.

Na rua, já há manifestações. Ninguém quer o regresso da guerra fria.