Última hora

Última hora

Berlin recusa ceder à chantagem do PKK

Em leitura:

Berlin recusa ceder à chantagem do PKK

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes curdos avisaram que libertarão os turistas alemães sequestrados quando Berlim mudar de política em relação ao povo curdo e ao PKK. Responsáveis do Partido dos trabalhadores do Curdistão afirmaram que os três alpinistas mantidos reféns não estão a ser maltratados.

Em reação à posição emitida pelos sequestradores o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, declarou que nao aceita este tipo de chantagem e que anunciou a criação de uma unidade de crise no ministério tendo em vista a libertação dos três cidadãos. Os homens foram levados por cinco rebeldes, na quarta-feira, quando realizavam uma expedição no monte Ararat, na Turquia.

Desde o início do ano, vários dirigentes do PKK, condenados por Ancara, foram detidos em território alemão. O Partido dos Trabalhadores do Curdistão faz parte da lista das organizações terroristas da União Europeia.