Última hora

Última hora

DTP disponível para servir de mediador

Em leitura:

DTP disponível para servir de mediador

Tamanho do texto Aa Aa

O partido nacionalista curdo DTP mostra-se disponível para mediar a libertação dos alpinistas alemães raptados pelos separatistas do PKK. A presidente do Partido Sociedade Democrática explica que para tal basta uma palavra do executivo alemão: “Se o governo nos pedir para trazer de volta os alpinistas raptados como aconteceu antes com oito soldados faremos o que estiver ao nosso alcance para os libertar.”

O anúncio coincide com a chegada à Turquia de um grupo de investigadores da policia criminal alemã. Os militantes do partido, que luta pela independência do Curdistão, já garantiram que os reféns estão vivos e bem de saúde.

Os três alpinistas, que integravam um grupo de 13, foram raptados quando escalavam o monte Ararat, na província de Agri. A região uma mais procuradas está, agora, interdita aos turistas.

Para libertar os prisioneiros, o Partido do Povo do Curdistão exige que o governo alemão renuncie à política que apelida de “hostil” levada a cabo contra a etnia curda e contra o próprio partido.

O PKK pede, também, às autoridades turcas para que acabem com a campanha militar no sul da Turquia, junto à fronteira com o Iraque.