Última hora

Última hora

Sarkozy reúne em Paris líderes sírio e libanês

Em leitura:

Sarkozy reúne em Paris líderes sírio e libanês

Tamanho do texto Aa Aa

Paris quer colocar o projecto de União para o Mediterrâneo ao serviço da paz no Médio Oriente.
A prová-lo, o presidente francês acolhe hoje os presidentes do Líbano e da Síria, na véspera da cimeira que vai reunir 44 chefes de estado e de governo de países europeus e da orla do Mediterrâneo.

Segundo fontes próximas do Eliseu, os dois líderes deverão fazer uma declaração, ao final do dia, que deverá contemplar o reatar das relações diplomáticas entre os dois países.

Nicolas Sarkozy prepara assim o caminho para a reunião de amanhã, no quadro da presidência francesa da União, durante a qual pretende reaproximar a Síria de Israel, cujo primeiro-ministro, Ehud Olmert, se desloca igualmente a Paris.

Uma forma de tentar relançar a cooperação euromediterrânica, iniciada em 95 com o chamado processo de Barcelona, mas bloqueada pelas tensões criadas pelo conflito israelo-palestiniano.

O texto do projecto de União para o Mediterrâneo, discutido amanhã, prevê o reforço da cooperação em áreas que vão da economia à educação, passando pela luta contra a imigração clandestina e a despoluição marítima.

Fora do consenso encontra-se o dirigente líbio Mouhammar Khadaffi, que não vai estar presente na reunião depois de ter criticado o “carácter neo-colonialista” das discussões, que se realizam um dia antes da festa nacional francesa do 14 de Julho.

Com o relançamento da parceria euro-mediterrânica, os 27 querem fazer da “política de vizinhança” da União, uma alternativa a novos alargamentos, em especial à Turquia.