Última hora

Última hora

Aproximação a Damasco surpreende Beirute

Em leitura:

Aproximação a Damasco surpreende Beirute

Tamanho do texto Aa Aa

O reatar das relações entre a Síria e o Líbano foi recebido com surpresa plos os habitantes de Beirute. Os líderes dos dois países decidiram, este sábado, restabelecer os laços diplomáticos e abrir as embaixadas, o que não acontecia desde os anos 40. Mas nem todos se mostram optimistas.

Um habitante desvaloriza o anúncio e defende que as relações diplomáticas entre o Líbano e a Síria não resolvem o problema. Um outro, considera tratar-se de um passo importante já que a Líbano e a Síria são países irmãos e vizinhos mas, afirma, é necessário estabelecer laços formais entre os dois.

O anúncio foi feito, em Paris, após um encontro do presidente libanês, Michel Suleiman, e do líder sírio Bashar Al-Assad com o chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy. O presidente Sírio afirma que a paz é a grande prioridade e que dela depende a verdadeira cooperação económica.

Mas a paz no Médio Oriente não é o único tema a dominar a Cimeira de lançamento da União para o Mediterrâneo.

Sarkozy aproveitou para pedir o contributo de Bashar al-Assad para resolver a crise do nuclear iraniano. O líder Sírio quer que Washington e Paris intervenham no acordo de paz israelo-sírio e diz-se disposto a negociar com o estado hebraico.