Última hora

Última hora

UPM nasceu em Paris

Em leitura:

UPM nasceu em Paris

Tamanho do texto Aa Aa

A certidão de nascimento da União para o Mediterrâneo (UPM) foi passado, este domingo, em Paris. Os chefes de Estado e de governo dos 43 países presentes assinaram uma declaração conjunta onde se comprometem a construir, juntos, um futuro de paz, democracia, prosperidade e compreensão humana, social e cultural entre os países da União Europeia e da bacia mediterrânica.

Nicolas Sarkozy, o pai da nova União, garante que “os factos falam por si e que as imagens são suficientemente reveladoras: durante quatro horas, todos falaram, discutiram e chegaram a acordo. É inútil dizer-vos como este momento é extremamente emocionante para mim. Tínhamos sonhado, a União para o Mediterrâneo é, agora, uma realidade.”

Uma realidade que visa alcançar a paz na região e passa por seis projectos concretos: a despoluição do Mediterrâneo, as auto-estradas marítimas e terrestres, o reforço da protecção civil, a criação de um plano solar mediterrânico, o desenvolvimento de uma universidade euromediterrânica e a ajuda ao desenvolvimento das PME.