Última hora

Última hora

Europa lamenta morte de Geremek

Em leitura:

Europa lamenta morte de Geremek

Tamanho do texto Aa Aa

A morte de Bronislaw Geremek foi um choque para os seus colegas eurodeputados. No Parlamento Europeu, foi criado um livro de honra em memória do político polaco, falecido este domingo, aos 76 anos, vítima de um acidente rodoviário.

Geremek fazia parte do grupo dos liberais e democratas. O presidente da bancada, Graham Watson, presta-lhe uma homenagem póstuma: “O nome de Bronislaw ficará na memória da Europa durante muitos e muitos anos. Vamos ter saudade dos seus conhecimentos políticos, mas também do seu humanismo, do seu sentido de humor e do seu sorriso por vezes malicioso.”

Mesmo o seu arqui-inimigo político, o presidente polaco Lech Kaczynski, se mostrou emocionado com o seu desaparecimento trágico: “É um momento muito triste. Estou profundamente comovido.”

Bronislaw Geremek foi, ao lado de Lech Walesa, um dos membros fundadores do Solidariedade, o primeiro sindicato livre do bloco soviético.

Figura lendária da oposição anticomunista, professor de História Medieval, ministro dos Negócios Estrangeiros da Polónia entre 1997 e 2000, foi, desde 2004, deputado ao Parlamento Europeu.