Última hora

Última hora

Síria alerta para consequências de ataque ao Irão

Em leitura:

Síria alerta para consequências de ataque ao Irão

Tamanho do texto Aa Aa

O optimismo parece dominar entre os líderes dos países fundadores da União para o Mediterrâneo. A iniciativa foi lançada, este domingo, em Paris, pelo presidente, Nicolas Sarkozy.

Numa nota mais pessimista, o líder sírio, Bashar al-Assad, lembrou hoje que um ataque militar ao Irão, por causa do seu programa nuclear, teria graves consequências para os Estados Unidos, Israel e o mundo.

Al-Assad já tinha provocado algum desconforto na véspera, por alegadamente ter abandonado a sala durante o discurso do primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert. O incidente foi desvalorizado pelo presidente egípcio, Hosni Mubarak. “Não é um problema se alguém assiste ou não, ele pode ler o discurso depois. Talvez o presidente Al-Assad tivesse um outro encontro e por isso saiu.”

A União para o Mediterrâneo é formada por 43 países da Europa, do Norte de África e do Médio Oriente. O grande objectivo do grupo é a cooperação nos sectores da água, energia e educação.