Última hora

Última hora

Comunidade internacional reage a eventual emissão de mandado de captura de Bachir

Em leitura:

Comunidade internacional reage a eventual emissão de mandado de captura de Bachir

Tamanho do texto Aa Aa

Reacções diversas ao pedido do procurador do TPI, que quer julgar Omar el Bachir por genocídio no Darfour.

Uma tomada de posição que suscitou reservas por parte dos Estados Unidos e deixou preocupado o secretário Geral das Nações Unidas Ban Ki Moon:
“O Governo sudanês deve fazer todo o possível para garantir a segurança do contingente de soldados da ONU, das instalações e de todos os trabalhadores humanitários”, disse.

Os 25 países da Comunidade de Estados Sahelo-Saarianos rejeitou prontamente o apelo do procurador, a reacção francesa através de Bernard Couchner, ministro dos Negócios Estrangeiros: “é uma decisão do Tribunal Penal Internacional e o presidente Bashir tem de respeitá-la. Nós não temos hostilidade contra ele. Ele deve, pelo contrário, pôr em marcha as decisões que lhe foram impostas”.

O eventual julgamento internacional do presidente sudanês é visto com bons olhos pelas organizações não governamentais que trabalham na província sudanesa.

Em Londres, uma centena de refugiados da região do Darfour esteve junto à embaixada do Sudão para apoiar a iniciativa do procurador do TPI.

Os manifestantes exigiram paz e justiça para o território.