Última hora

Última hora

Polícias italianos condenados por agressões a activistas anti-G8 em 2001

Em leitura:

Polícias italianos condenados por agressões a activistas anti-G8 em 2001

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal genovês condenou esta segunda-feira 15 polícias italianos acusados de actos violentos contra manifestantes da cimeira G8 de 2001.

Os arguidos foram condenados a penas de prisão que variam entre os cinco meses e os cinco anos.

A pena mais pesada foi atribuída a um inspector do departamento penitenciário num processo em que foram ainda absolvidos 30 polícias.

Nenhum dos condenados irá começar a cumprir pena até que se esgotem os processos de recurso, o que deverá demorar alguns anos.

A polícia é acusada de brutalidade organizada durante a cimeira dos oito países mais industrializadoos, realizada há sete anos em Génova.

O encontro foi uma das cimeiras do G8 mais violentas e degenerou em confrontos entre activistas anti-globalização e as forças de segurança.

Os protestos de rua resultaram na morte de um manifestante e em centenas de feridos.