Última hora

Última hora

Vídeo de interrogatório em Guantanamo embaraça autoridades do Canadá

Em leitura:

Vídeo de interrogatório em Guantanamo embaraça autoridades do Canadá

Tamanho do texto Aa Aa

É a primeira vez que as imagens de um interrogatório na prisão de Guantanamo são divulgadas em público.

A televisão canadiana difundiu um vídeo dos serviços secretos nacionais, datado de 2003 e desclassificado por ordens do Supremo Tribunal.

Nas imagens, o prisioneiro canadiano, de origem afegã, Omar Khadr, então com 16 anos, pede ajuda, afirmando ter sido torturado e clamando a inocência, face à impassividade dos agentes canadianos.

O registo foi divulgado pelos advogados do detido, que desde há anos batalham pela sua extradição, recusada por Ottawa.

Um relatório secreto, divulgado no início do ano, provava que o Canadá estaria ao corrente dos
maus tratos infligidos ao prisioneiro.

O detido, acusado de ter morto um soldado norte-americano no Afeganistão, em 2002, deverá ser julgado pelos tribunais no dia 8 de Outubro.

Cerca de 20 menores terão sido detidos em Guantanamo, desde a criação da prisão, sem culpa formada e sem direito a um advogado, como os restantes prisioneiros.