Última hora

Última hora

Bélgica prepara festa nacional em plena crise política

Em leitura:

Bélgica prepara festa nacional em plena crise política

Tamanho do texto Aa Aa

O rei Alberto II da Bélgica continuava, esta quarta-feira, fechado no Palácio Real em consultas de emergência.

O monarca está a ouvir os partidos políticos na tentativa de encontrar uma solução para a crise provocada pela demissão do primeiro-ministro, Yves Leterme.

O dirigente histórico dos democratas-cristãos flamengos, Mark Eyskens, foi um dos primeiros a ser ouvidos.

“Penso que Leterme devia dirigir-se ao Parlamento com um discurso forte, o apoio do seu Executivo e um bom acordo de coligação. Depois, ele deveria pedir um voto de confiança à Câmara de Deputados. Se conseguir esse voto, o que deve acontecer por causa da larga maioria, ele sairá reforçado”, disse.

Quatro meses depois de assumir o cargo, Leterme pediu a demissão por ver chumbadas, no Parlamento, as suas propostas de reforma das instituições belgas.

Alberto II ainda não aceitou oficialmente o pedido e pode ainda tentar convencer o primeiro-ministro demissionário a manter-se no cargo.

Entretanto, nas ruas, começam os preparativos para a festa nacional belga, que se assinala a 21 de Julho.