Última hora

Última hora

Corpos de combatentes do Hezbollah e palestinianos transportados para Beirute

Em leitura:

Corpos de combatentes do Hezbollah e palestinianos transportados para Beirute

Tamanho do texto Aa Aa

A caminho de Beirute para uma cerimónia que os vai celebrar como “mártires”. Os restos mortais de cerca de 200 combatentes do Hezbollah e palestinianos entregues por Israel saíram esta manhã em vários camiões de Naqoura, na fronteira Sul do Líbano, em direcção à capital.

A transferência destes cadáveres insere-se no acordo mediado pelas Nações Unidas, que resultou na troca dos corpos de dois soldados hebraicos raptados pelo Hezbollah pela liberdade de cinco combatentes libaneses.

No sul de Beirute, bastião do movimento xiita, o líder do Hezbollah acolheu ontem os guerrilheiros num ambiente de euforia.

Hassan Nasrallah defendeu que “os factores que pressionaram o inimigo israelita a aceitar a troca não foram meramente humanitários. Houve incapacidade para salvar os dois soldados, juntar conhecimento e informações, bem como um medo da resistência”.

Entre os cinco combatentes libertados encontra-se Samir Qantar, antigo membro da Frente de Libertação da Palestina, que cumpria prisão perpétua em Israel por três homicídios.

Os ex-prisioneiros foram recebidos como heróis, depois de um encontro com o presidente e o primeiro-ministro libaneses.