Última hora

Última hora

Governo espanhol acredita conseguir o regresso voluntário de 100 mil imigrantes legais ao país de origem

Em leitura:

Governo espanhol acredita conseguir o regresso voluntário de 100 mil imigrantes legais ao país de origem

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 100 mil imigrantes em situação legal em Espanha poderão regressar ao país de origem a partir de Setembro.

É pelo menos essa a ambição do governo de Madrid que acaba de apresentar o Plano de Ajuda ao Regresso Voluntário. Trata-se de um programa destinado a estrangeiros a residir em Espanha que se encontram desempregados.

Aos trabalhadores estrangeiros em situação legal que aceitarem a proposta do executivo será adiantado 40 por cento do subsídio de desemprego antes de abandonarem Espanha e vão receber os restantes 60 por cento um mês depois de chegarem ao país de origem.

Quem optar pelo Plano de Ajuda, poderá pedir autorização para regressar a Espanha três anos depois.

Na base do novo plano está a crise económica, que afecta o sector do imobiliário. Com o abrandamento da construção, muitos perderão o emprego e o governo espanhol quer evitar uma explosão na taxa de desemprego do país.