Última hora

Última hora

Suicidio não confirmado do refém britânico

Em leitura:

Suicidio não confirmado do refém britânico

Tamanho do texto Aa Aa

Continuam nas mãos dos seus raptores os cinco reféns britânicos, um consultor e quatro guarda-costas, capturados no ministério da Economia em Bagdad em maio de 2007. O consultor em novas tecnologias é originário da cidade de Lincoln, leste da Inglaterra, e trabalha para uma empresa americana de gestão. A identidade dos guarda-costas não foi revelada, sabendo-se que trabalham para a empresa de segurança canadiana.

Num video enviado à redacção do Sunday Times, Os seqüestradores, do autodenominado grupo Resistência Islâmica Xiita no Iraque um refém identificado como “Jason” suicidou-se a 25 de Maio, quatro dias antes de completar um ano em cativeiro. O Governo britânico não conseguiu comprovar a veracidade do suposto suicídio nem a autenticidade do vídeo mas a notícia surge em plena visita do primeiro-ministro ao Iraque.

Gordon Brown declarou que a Grã-Bretanha manterá a decisão de retirar os seus militares do Iraque mas não estabeleceu um calendário. Brown voou depois até à região de Bossorá, principal centro de operações das tropas britânicas.