Última hora

Última hora

Belgrado dividida após captura de Karadzic

Em leitura:

Belgrado dividida após captura de Karadzic

Tamanho do texto Aa Aa

A detenção de Karadzic inflama a ira dos ultranacionalistas sérvios que não hesitam em falar de acto de traição. A polícia foi obrigada a intervir, esta noite, para dispersar uma manifestação em Belgrado, frente ao tribunal onde se encontra detido o ex-foragido à justiça internacional.

Para um habitante de Belgrado, “Alguém vai ter de pagar por este acto de traição”. Outro afirma, “é de facto uma traição. Antes costumavam enviar pessoas para a prisão por actos similares, e hoje os traidores podem agir livremente na Sérvia. Só envergonham o próprio povo, é mais uma prova do caos em que vivemos”.

Entre os habitantes de Belgrado, há no entanto quem apoie a captura de Karadzic, em nome da reabilitação do país aos olhos da comunidade internacional.

“Têm que extraditá-lo o mais rapidamente possível, não é por causa de um punhado de pessoas que o nosso país vai ficar bloqueado no passado”, afirma um habitante.

Outro sublinha, “Espero que a União Europeia e os Estados Unidos se apercebam agora que a Sérvia tem feito tudo para prender os criminosos foragidos ao Tribunal Penal Internacional e que o país aspira a um futuro melhor”.

O procurador geral do TPI saudou esta noite o que chamou de etapa fundamental da cooperação com Belgrado.

Karadzic poderá tornar-se o 44o responsavel sérvio extraditado para Haia, à semelhança do antigo presidente Slobodan Milosevic.