Última hora

Última hora

O som ecoou como uma vitória para o presidente da republica francês e para o seu governo

Em leitura:

O som ecoou como uma vitória para o presidente da republica francês e para o seu governo

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento aprovou esta segunda-feira, por 539 votos a favor e 357 contra, a reforma proposta por Nicolas Sarkozy para modificar a Constituição,

Parlamentares e senadores estiveram reunidos em sessão especial no palácio de Versalhes onde no final da votação primeiro ministro deixou algumas palavras:

“É assim que a divisão num dia pode ser o consenso no dia seguinte. Tentemos por isso manter a razão unidos declarou François Fillion.

O novo texto modifica cerca da metade dos artigos da Constituição actual e concede ao Parlamento mais iniciativa e mais meios de controle sobre alguns temas presidenciais.

O chefe de Estado conserva imunidade quase total, mas não pode ter mais de dois mandatos consecutivos, beneficou de uma oposição dividida em todas as fileiras.

A oposição socialista adverte que a reforma transformará a França numa “monocracia”.