Última hora

Última hora

Ataque com retroescavadora volta a abalar o centro de Jerusalém

Em leitura:

Ataque com retroescavadora volta a abalar o centro de Jerusalém

Tamanho do texto Aa Aa

Jerusalém voltou a ser palco de um ataque com uma retroescavadora, pela segunda vez desde o início do mês.

A acção, levada a cabo por um residente palestiniano de Jerusalém-Leste, feriu pelo menos 24 pessoas, tendo destruído vários carros, antes do atacante ser neutralizado por um civil.

As autoridades apontam a hipótese do autor, um jovem de 22 anos, ter sido inspirado por outro ataque similar que provocou três mortos, no início do mês.

O tio do atacante, condenou a acção por, “perturbar o processo de paz no território”. Ao mesmo tempo reconheceu ter algumas dúvidas, afirmando que, o sobrinho, “não tinha ligações a qualquer movimento ou organização armada”.

O jovem foi morto a tiro por um civil, um ultraortodoxo originário de um colonato da Cisjordânia.

As autoridades estão no encalço de duas pessoas, alegadamente envolvidas no ataque, tendo instalado postos de controlo nos acessos aos bairros àrabes em Jerusalém-Leste.

A acção ocorreu a alguns metros do hotel que acolhe o candidato democrata Barack Obama, de visita a Israel, e nas imediações do palácio presidencial.

O ataque surge num momento em que os principais movimentos palestinianos cumprem um cessar-fogo na faixa de Gaza.