Última hora

Última hora

TPI prepara transferência de Karadzic

Em leitura:

TPI prepara transferência de Karadzic

Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa internacional divulgou esta terça-feira imagens de um quase irreconhecível Radovan Karadzic, alegado criminoso de guerra procurado pelo TPI.

Fugido à justiça desde 1996, o antigo líder sérvio da Bósnia nuna mais tinha aparecido em público. Ou assim se julgava até à divulgação de imagens que o mostram a assitir a uma conferência.

Karadzic foi detido na segunda-feira e aguarda transferência para o tribunal penal para antiga Jugoslávia em Haia.

Olga Kavran, porta-voz do TPI explica os próximos passo: “o que vai acontecer dentro de um ou dois dias é que ele vai ser trazido perante os juízes para um procedimento a que chamamos presença inicial, e onde vai ter oportunidade de se pronunciar sobre as acusações contra ele, e as a cusações são muitas. depois disso haverá um procedimento de pré-julgamento após o que será marcado o julgamento”.

Radovan Karadzic é acusado de genocídio nomeadamente pelo massacre de 8.000 muçulmanos na cidade de Srebrenica em 1995.

Trata-se do maior suspeito de crimes de guerra dos Balcãs a ser capturado desde 2001, quando o antigo presidente Slobodan Milosevic foi detido e acabou por morrer nas instalações do TPI.

No topo da lista de suspeitos procurados por atrocidades cometidas na Bósnia restam os nomes de Ratko Mladic e o do servo-croata Goran Hadzic, que continuam foragidos.