Última hora

Última hora

Recessão no Reino Unido

Em leitura:

Recessão no Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

A economia britânica pode entrar em recessão, em qualquer momento – uma previsão de David Blanchflower, do Comité de Política Monetária, do Banco de Inglaterra.

Em entrevista ao jornal The Guardian, este especialista diz que esta é a situação mais grave desde a grande depressão dos anos 30. E que vai afectar, sobremaneira, as economias do Reino Unido e dos Estados Unidos.

A construção e obras públicas é um dos sectores onde a crise é mais visível.

A taxa de crescimento está a cair e, dos 2.3 do princípio do ano, já vai nos 1.6

Os serviços tiveram uma melhoria irrelevante, nos último meses, da ordem da décima.

O crescimento negativo da industria exportadora e da construção é mais notório: 0.5 e 0.7, respectivamente.

A inflacçâo é superior a quatro por cento, quando as previsões do governo de Gordon Brown se ficavam pelos dois.

David Blanchflower acredita que as taxas de juro vão baixar. Depois de uma descida, em Abril, mantiveram-se nos cinco por cento, durante os últimos três meses. Mas ele acha que a situação não é sustentável e que a baixa será significativa.

Devemos ter três ou quatro meses de crescimento negativo – prevê.

Os próximos tempos serão piores que o presente, diz, em conclusão, David Blanchflower