Última hora

Última hora

Ucrânia defende criação de uma igreja única e independente

Em leitura:

Ucrânia defende criação de uma igreja única e independente

Tamanho do texto Aa Aa

Kiev quer ver reconhecida a Igreja Ortodoxa Ucraniana e acabar com as influências de Moscovo.

No fim de semana, em que se comemoram 1020 anos sobre fundação da Cristandade na Rússia, o presidente ucraniano pediu ajuda ao patriarca ecuménico Bartolomeu I para criar uma igreja única e independente.

Formada em 1991, a Igreja Ortodoxa Ucraniana continua a não ser reconhecida já que a separação de Moscovo nunca foi oficializada.

A Ucrânica conta com três igrejas ortodoxas. A principal está subordinada à Rússia. O chefe de Estado ucraniano que pretende acabar com a influência russa no país, defende a unificação das igrejas.

Lado a lado, o patriarca russo, Alexis II, e o Patriarca Ecuménico de Constantinopla celebraram uma missa em Kiev. Alexei II aceitou participar nas cerimónias, depois de ter recebido garantias que o ramo independente ucraniano não estaria presente.

Apesar do patriarca russo se ter mostrado disponível para analisar o caso, muitos admitem que poderemos estar perante uma nova guerra eclesiástica, com contornos políticos.