Última hora

Última hora

Fracassa última tentativa para salvar Ronda de Doha

Em leitura:

Fracassa última tentativa para salvar Ronda de Doha

Tamanho do texto Aa Aa

O nono dia de negociações da cimeira da Organização Mundial do Comércio, em Genebra, terminou sem acordo quanto à liberalização do comércio internacional.
O presidente da OMC, Pascal Lamy, confirmou o desfecho das negociações da Ronda de Doha, iniciadas em 2001: “Não vale a pena esconder. Esta reunião colapsou. Os membros não foram capazes de ultrapassar as diferenças”.
As negociações fracassaram, uma vez que China, Índia e Estados Unidos não se entenderam sobre como reformar as leis do comércio.
Perante esta situação, a União Europeia recusou-se a assinar o acordo alcançado, no passado domingo, com os países da América Latina, para reduzir as taxas alfandegárias sobre a importação de bananas.
O ministro equatoriano da Agricultura, Walter Poveda, mostrou-se desapontado com esta decisão. “De certa forma, fomos desiludidos, dado que o processo de globalização, o processo de eliminar fronteiras e de tornar o comércio mundial mais fácil vêem-se precisamente destruídos por decisões como esta”, afirmou.
Todos os encontros da Ronda de Doha fracassaram, já que os países não se entendem sobre como ter acesso aos respectivos mercados.