Última hora

Última hora

Cientista dos EUA suspeito de envolvimento nos ataques com Antrax foi encontrado morto

Em leitura:

Cientista dos EUA suspeito de envolvimento nos ataques com Antrax foi encontrado morto

Tamanho do texto Aa Aa

O cientista norte-americano suspeito de envolvimento nos ataques com Antrax foi encontrado morto na prisão.

Bruce Irvins preparava-se para ir a julgamento.

Segundo a família, o suicídio do cientista de 62 anos deveu-se a uma overdose de analgésicos.

O caso remonta a 2001, quando cinco pessoas morreram após abrirem cartas contendo Antrax.

A notícia gerou uma onda de pânico nos Estados Unidos. Vários edifícios públicos foram encerrados, incluindo o senado.

O antigo senador Tom Daschle foi uma das pessoas que recebeu uma carta com Antrax.

O responsável norte-americano considerou que “é preciso apurar qual foi o envolvimento de Irvins nos ataques e que a informação existente sobre o caso deve ser disponibilizada aos cidadãos”.

O motivo dos ataques, que provocaram o caos nos correios norte-americanos, nunca foi revelado.

Pelo menos vinte cientistas foram investigados mas apenas Irvins foi apontado como suspeito.