Última hora

Última hora

Sérvia continua cooperação com TPI mas não abdica do Kosovo nem da adesão à UE

Em leitura:

Sérvia continua cooperação com TPI mas não abdica do Kosovo nem da adesão à UE

Tamanho do texto Aa Aa

A Sérvia vai continuar a cooperar com a justiça internacional, mas não abdica da adesão à União Europeia nem do Kosovo.

Isso mesmo foi admitido pelo presidente Boris Tadic, dias depois da detenção do antigo líder dos sérvios da Bósnia Radovan Karadzic.

O chefe de Estado sérvio considera que a colaboração com o Tribunal de Haia é fundamental para a credibilidade do país e disse a todos os investidores que a Sérvia é uma região com segurança, direitos, paz e desenvolvimento.

A detenção de Karadzic a 21 de Julho, acusado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade durante a guerra da Bósnia, era uma das premissas necessárias para a Sérvia entrar no clube europeu.

No entanto, as autoridades de Belgrado não cedem no problema da soberania no Kosovo.

O presidente vai pedir ao Tribunal Internacional de Justiça um parecer sobre a autoproclamação do Kosovo como país independente da Sérvia. Para Boris Tadic houve uma violação do direito internacional.

Entretanto, o ex-chefe militar de Karadzic, Ratko Mladic, também procurado pelo TPI, continua a monte.

Um total de 43 países reconheceram a independência do território kosovar, entre eles os Estados-unidos e a maioria dos Estados-membros da União Europeia.