Última hora

Última hora

HSBC e Fortis penalizados pela crise

Em leitura:

HSBC e Fortis penalizados pela crise

Tamanho do texto Aa Aa

O maior banco da Europa, o britânico HSBC, apresentou uma forte queda nos lucros, nos primeiros seis meses do ano. O banco continua a ser afectado pela crise dos créditos. O grupo teve um impacto de 10 mil milhões de euros relacionado com os empréstimos imobiliários nos Estados Unidos. O lucro antes de impostos no primeiro semestre foi de 6,4 mil milhões de euros.

O presidente do HSBC está confiante no futuro. Diz que a economia mundial e o sector bancário vão ultrapassar a actual crise. O HSBC é um dos bancos mais afectados pela crise dos créditos imobiliários. Até agora, os bancos que sofreram o impacto maior são o norte-americano Citigroup e o suíço UBS.

Embora com um impacto bastante menor, o banco belgo-holandês Fortis está também a sofrer as consequências. Os lucros do Fortis, no segundo trimestre deste ano, caíram para metade, em relação ao mesmo período de 2007, com um resultado líquido de 830 milhões de euros. No mês passado, o banco anunciou um aumento de capital, para fazer face à crise.