Última hora

Última hora

Bruxelas quer introduzir nova tecnologia nas estradas europeias

Em leitura:

Bruxelas quer introduzir nova tecnologia nas estradas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

Todos os automóveis que circulam pelo continente europeu deverão poder comunicar entre eles de forma a informar os condutores de possíveis engarrafamentos e para evitar eventuais acidentes. É o que ambiciona a Comissão Europeia.

O porta-voz para as questões das telecomunicações revela que “há todos os dias 7.500 quilómetros de trânsito congestionado nas estradas europeias” e que “os custos podem chegar aos 80 mil milhões de euros em 2010”.

Os automóveis que falam ou também agora designados como veículos inteligentes deverão comunicar através de um sistema baseado em frequências de rádio.

A Comissão adverte para o facto de ainda não existir tecnologia disponível que seja comum para os países europeus.

Só em 2006, morreram nas estradas da Europa mais de 42 mil pessoas. O novo sistema, ainda por inventar, deverá permitir, por exemplo, a comunicação de acidentes, de óleo no pavimento ou obras na estrada.

A medida adoptada pela comissão tem como objectivo imediato impulsionar o investimento e a criação de novos sistemas tecnológicos num breve prazo para a indústria automóvel.